Barra de Vídeo do choro do pará

Loading...

Parceiros do Blog do CHORO do PARÁ

visitantes na última semana

Repertório Completo da Oficina Choro do Pará

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Passeio do Choro no 26 de abril de 2009

Saudações aos amigos do choro!

Reproduzo a matéria publicada no sítio da FCPTN (aqui neste link) sobre o passeio do choro que acontecerá daqui a 9 dias.

PASSEIO DO CHORO

Passeio musical pelas ruas de Belém em homenagem ao Choro

 
No próximo dia 26 de abril (domingo), o Governo do Estado do Pará, através da Fundação Cultural do Pará, estará realizando mais uma vez o Passeio do Choro, reunindo dois grupos de grande expressão no Estado, o “Gente de Choro” e o “Charme do Choro”. Estes grupos, farão um passeio musical pelas ruas de Belém, oferecendo um presente à cidade de Belém, em homenagem à um dos mestres do ritmo, o eterno Pixinguinha.

 

O Passeio do Choro, já faz parte do calendário de atividades da Fundação Tancredo Neves, realizando esse passeio com grupos musicais em cima de um Trio, percorrendo algumas ruas da cidade. Como novidade para este ano, o passeio ampliará sua atuação, percorrendo, além das ruas do centro, os bairros de São Brás, Terra Firme e Guamá, segundo informa Gerson Araújo, presidente da Fundação Tancredo Neves, “nosso objetivo é fazer com que a música, possa estar mais próxima do público. Aproveitar a oportunidade de homenagear um dos mestres do ritmo do Choro, no Brasil, divulgando nossos grupos locais como forma de valorizar o potencial cultural de nosso Estado além de oferecer momentos de lazer e diversão de forma itinerante e interativa”, reitera Gerson Araújo.

Alfredo da Rocha Viana Filho, conhecido como Pixinguinha, foi um flautista, saxofonista, compositor, cantor, arranjador e regente brasileiro. Pixinguinha é considerado um dos maiores compositores da música popular brasileira, contribuiu diretamente para que o choro encontrasse uma forma musical definitiva. Em 1919, Pixinguinha formou o conjunto Oito Batutas, formado por Pixinguinha na flauta, João Pernambuco e Donga no violão, dentre outros músicos. Fez sucesso entre a elite carioca, tocando maxixes e choros e utilizando instrumentos até então só conhecidos nos subúrbios cariocas.

Quando compôs "Carinhoso", entre 1916 e 1917 e "Lamentos" em 1928, que são considerados alguns dos choros mais famosos, Pixinguinha foi criticado e essas composições foram consideradas como tendo uma inaceitável influência do jazz, enquanto hoje em dia podem ser vistas como avançadas demais para a época. Além disso, "Carinhoso" na época não foi considerado choro, e sim uma polca. Outras composições, entre centenas, são "Rosa", "Vou vivendo", "Lamentos", "1 x 0", "Naquele tempo" e "Sofres porque Queres".

No dia 23 de abril comemora-se o Dia Nacional do Choro, trata-se de uma homenagem ao nascimento de Pixinguinha. A data foi criada oficialmente em 4 de setembro de 2000, quando foi sancionada lei originada por iniciativa do bandolinista Hamilton de Holanda e seus alunos da Escola de Choro Raphael Rabello.

O Passeio do Choro saírá da Av Gentil Bitencourt, esquina com a Tv Rui Barbosa (Centur), a partir das 09h, passando pelas ruas, Av. José Bonifácio, Cipriano Santos (São Brás), Av. Ceará, Rua Silva Rosado, Feira da Terra Firme, Av Celso Malcher, Av. Perimetral, Ufpa, Av. Barão de Igarapé Mirí (Guamá), Av. José Bonifácio, Av. Conselheiro Furtado, Tv Padre Eutíquio, Av. Tamandaré, Praça da República (parada em frente ao Teatro Waldemar Henrique) e Praça Batista Campos.


Serviço:

Passeio do Choro

Dia 26 de abril (domingo) a partir das 09h

Saída: Av. Gentil Bitencourt, 650 (Centur)

 

Maiores informações:

Tel: (91) 3202 4369 / 3224 9923

E-mail: glis@fcptn.pa.gov.br / www.fcptn.pa.gov.br

 

Realização:

Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves

Secretaria de Estado de Cultura

Governo do Estado do Pará

 
Fonte: Fcptn/DLI

Postar um comentário